segunda-feira, 12 de junho de 2017

VIVADANÇA Festival Internacional realiza segunda etapa do Projeto Yanka Rudzka na Polônia

Numa parceria entre Culture.Pl, Arts Foundation e Fundo de Cultura do Estado da Bahia, artistas da Dança, pesquisadores e gestores culturais realizam seminário, workshops e apresentações de espetáculos

Coreógrafas Lia Robatto e Cristina Castro representam a Bahia na Polônia
Selecionado pelo edital de mobilidade artística 2017, do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, a segunda etapa do Projeto Yanka Rudzka segue até o dia 19 de junho, nas cidades de Lublin, Konin, Poznan, destacando que nesta a programação integra o Malta Festival, o mais importante da Polônia.

Bailarinos baianos apresentam solos na Polônia

Nesse intercâmbio, quatro dançarinos baianos apresentam espetáculos solos: “O Olhar do Abismo” (de Neemias Santana), “Arvorar” (Sinha Guimarães), “Meu corpo é feito de samba” (Marcelo Guimarães) e “Dandara ByOnce” (Anderson Danttas). Os artistas também conduziram workshops de Samba de Roda para jovens e adultos, Samba de Gafieira para a Terceira Idade, Capoeira e Dança dos Orixás.
Os artistas ainda apresentam montagem “Semente”, nos dias 16 e 17/06, no Stary Browar, um dos grandes centros de arte do Leste europeu. A montagem é resultado da residência artística entre Bahia e Polônia, na primeira etapa do Projeto Yanka Rudzka, em 2016, com direção de Joanna Leśnierowska e Janusz Orlik, com elenco baiano e polaco.

Nos dias 17 e 18/06, acontece o seminário Yanka Ruzka: Gestos e Traços, também na programação do Malta Festival. O intercâmbio se encerra na cidade de Konin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário